SESC - Serviço Social do Comércio

#EmCasaComSesc

Dia Mundial do Refugiado: Em casa, no Brasil

19.06.2020

No fim do ano passado, o Sesc Piracicaba recebeu a exposição “Em Casa, no Brasil”. Nesta exposição as pessoas poderiam entrar e conhecer como é uma Unidade de Habitação de Refugiados, utilizada pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) nos campos de refugiados espalhados pelo planeta. Cada casa tem capacidade de abrigar cinco adultos e no Brasil estão presentes atualmente em seis abrigos geridos pelo ACNUR e seus parceiros, com aproximadamente 600 Unidades instaladas no país.

Neste tour virtual em 360º, é possível conhecer e ouvir o depoimento de pessoas em situação de refúgio que vivem no Brasil e suas lembranças de como eram os seus lares em países como Afeganistão, Colômbia, Cuba, Irã, Moçambique, Nigéria, República Democrática do Congo, Síria e Venezuela.

Clique aqui para navegar em tela cheia.

A questão do refúgio no contexto da pandemia

Na última década, houve um crescimento exponencial de deslocamentos forçados, que já soma 70,8 milhões de pessoas em fuga de situações de conflitos armados, perseguições, violação de direitos humanos e desastres ambientais. Perante a pandemia atual, a questão do refúgio ganhou contornos diferenciados, uma vez que a disseminação é mundial e, até agora, tem manifestado ondas de contágio em diversas regiões diferentes do planeta ao mesmo tempo. Trata-se de um cenário que torna evidente a necessidade de cooperação para um trabalho global, capaz de abordar as questões de migração por um viés humanitário.

Pensando nisso, o Sesc São Paulo realiza o bate-papo virtual A questão do refúgio no contexto da pandemia, com a participação de Carlos Daniel Escalona Barroso, jornalista pela Universidade Bicentenaria de Aragua (UBA), de Caracas (Venezuela) que vive em situação de refúgio no Brasil, Camila Sombra, associada de Soluções Duradouras do Escritório do ACNUR em São Paulo, doutora em Direitos Humanos pela USP e Victor Del Vecchio, advogado e mestrando pela USP, atuou como consultor jurídico da ONU Migração (OIM) e é membro do ProMigra – Projeto de Promoção dos Direitos de Migrantes da USP. Mediação por Ioná Damiana, assistente técnica da Gerência de Estudos e Programas Sociais do Sesc São Paulo.

O debate traz questões centrais para os refugiados no contexto da pandemia de Covid-19 no Brasil, e as projeções que se assinalam para os trabalhos futuros nesse âmbito.

Carlos Daniel Escalona | Camila Sombra | Victor Del Vecchio

O encontro acontece no dia 20 de junho, às 16h, no canal do Youtube do Sesc SP, em comemoração ao Dia Mundial do Refugiado.

Para conhecer um pouco mais do trabalho do Sesc nesse âmbito, acesse: sescsp.org.br/culturas_emtransito

Conteúdo relacionado

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.