SESC - Serviço Social do Comércio

Mostra de Cinemas Africanos chega à plataforma Sesc Digital com a exibição de 30 títulos de 16 países

27.09.2021

Sesc São Paulo promove, de 1º a 10 de outubro de 2021, a Mostra de Cinemas Africanos (MCA), com a exibição de 30 títulos de ficção e documentário de 16 países, a maioria inéditos no Brasil. O ciclo on-line e gratuito apresenta 12 sessões (10 longas e dois programas de curtas), legendados em português, além de um curso formativo e um catálogo digital. Entre os destaques da programação, estão exemplos recentes do cinema de gênero da África do Sul, Nigéria e Uganda, e curtas dirigidos por mulheres, com uma mostra competitiva simultânea com o Benin e uma seleção de produções árabes do norte da África. As exibições acontecem na plataforma Sesc Digital e contam com o apoio da Embaixada da França no Brasil e do Institut Français.

Dos dez longas da mostra, oito são inéditos no Brasil. O principal foco curatorial deste ano é o cinema de gênero. O filme de abertura é “Juju Stories” (2021), do coletivo nigeriano Surreal 16, com três histórias de bruxaria dirigidas por C.J. Obasi, Abba Makama e Michael Omonua. “Em geral se vincula a ideia de cinema africano a filmes de arte ou político e sempre queremos quebrar esses estereótipos”, explica Ana Camila Esteves, que divide a curadoria com Beatriz Leal Riesco. Da África do Sul vêm o road movie feminista “Flatland” (2019), de Jenna Bass, e o policial ambientado no mundo do boxe “Knuckle City” (2019), de Jahmil X.T. Qubeka.

Outros títulos de ficção da MCA são o drama autoral nigeriano “Para Maria” (2020) sobre depressão pós-parto, de Damilola Orimogunje; o drama ambientado no universo da diáspora francesa “Edifício Gagarine” (2020), de Fanny Liatard e Jérémy Trouilh; o suspense ugandês “A Garota do Moletom Amarelo” (2020), de Loukman Ali; e o sobrenatural “Você morrerá aos 20” (2019), de Amjad Abu Alala, do Sudão.

Filme "Você Morrerá aos 20", de Amjad Abu Alala

“Você Morrerá aos 20”, de Amjad Abu Alala, estreia dia 8/10, com limite de 500 visualizações

Os três longas documentais da seleção são produções ligadas à Argélia: “Meu Primo Inglês” (2019), de Karim Sayad, “Rua do Saara, 143” (2019), de Hassen Ferhani, e “O Último Refúgio” (2021), de Ousmane Samassekou. Todos os filmes ficam disponíveis apenas em território brasileiro e serão exibidos durante toda a semana do festival, com exceção de “Edifício Gagarine”, on-line por 24 horas, e “Você morrerá aos 20”, com limite de 500 visualizações.

Durante a mostra acontece um curso gratuito, com 50 vagas, ministrado pela pesquisadora Jusciele Oliveira: “Entre Comédias e Musicais: Gêneros Cinematográficos nos Cinemas Africanos”. As inscrições podem ser feitas a partir das 14h do dia 28 de setembro de 2021 no site inscricoes.sescsp.org.br. E o público terá acesso também a um catálogo digital da Mostra, com material inédito, que inclui traduções de artigos de pesquisa sobre cinemas africanos, sinopses exclusivas e resenhas dos longas assinadas pelo crítico nigeriano Dika Ofoma.

Com curadorias compartilhadas com dois festivais, os programas de curtas expandem a abrangência dos núcleos de produção africana cobertos pela Mostra. O primeiro é fruto de parceria com a Mostra de Cinema Árabe Feminino (Brasil), que exibe sete filmes com temáticas, gêneros e formatos diversos. A curadoria é de Analu Bambirra e Ana Camila Esteves, e abrange Sudão, Tunísia, Marrocos, Egito e Argélia. Já o segundo programa traz 13 títulos do Festival International des Films de Femmes de Cotonou 2021 (Benin), dirigido por Cornélia Glele. Produções de dez países africanos participam desta primeira mostra competitiva da MCA, simultaneamente no Brasil e no Benin, com um júri brasileiro formado por Morgana Gama (BA), Bethânia Maia (DF) e Mariana Angelito (RJ).

A programação da Mostra de Cinemas Africanos conta ainda com apoio da Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e do Institut Français, agência do Ministério das Relações Exteriores e Europeias para a difusão cultural exterior da França, que traz os longas: “Você morrerá aos 20”, “Rua do Saara, 143” e “Edifício Gagarine”, e a sessão de curtas Mostra de Cinema Árabe Feminino.

Para mais informações, você pode acessar o site oficial da Mostra em mostradecinemasafricanos.com.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DOS FILMES

JUJU STORIES
Dir.: Surreal 16 – Abba T. Makama, Michael Omonua, CJ “Fiery” Obasi | Nigéria, França | 2021 | 84 min | Ficção | 14 anos

Uma mulher tentando forçar um homem a ficar com ela através de um feitiço, um ladrão mesquinho que se transforma em um inhame depois de pegar um dinheiro que não lhe pertence e uma mulher que suspeita que sua melhor amiga obsessiva seja uma bruxa. Estas três histórias estão enraizadas no folclore nigeriano e nas lendas urbanas em torno do juju, ou no sistema de crença espiritual usado em algumas práticas religiosas na África Ocidental, nas quais objetos como amuletos e feitiços podem ter propriedades mágicas.

Filme disponível: 1º a 8 de out de 2021

PARA MARIA
Dir.: Damilola Orimogunje | Nigéria| 2020 | 75 min | Ficção | 14 anos

Depois de um parto complicado, em que sua vida estava em jogo e que resultou na perda de seu útero, Derin tem dificuldade de se conectar com sua filha recém-nascida, Maria. Isso faz com que Derin se desconecte cada vez mais do mundo ao seu redor, incluindo seu relacionamento com o marido Afolabi, que está cheio de ansiedade por não ser capaz de compartilhar a alegria da paternidade com sua esposa. O diretor e roteirista nigeriano Damilola Orimogunje nos apresenta ao mundo da depressão pós-parto após partos traumáticos e suas consequências na saúde mental da mãe.

Filme disponível de 2 a 8 de out de 2021

KNUCKLE CITY
Dir.: Jahmil X.T. Qubeka | África do Sul | 2019 | 124 min | Ficção | 16 anos

Um boxeador profissional mulherengo e decadente tenta recuperar a academia de seu falecido pai com a ajuda de seu irmão gângster imprudente. Para isso eles devem enfrentar o submundo que cerca o boxe, colocando tudo em risco enquanto tentam salvar o que seu pai lhes ensinou que era a coisa mais valiosa para um homem: sua família. Enquanto os acompanhamos nesta aventura, o diretor e roteirista sul-africano Xolani Thandikaya Qubeka nos mostra a vida nas ruas da meca do boxe na África do Sul: Mdantsane.

Filme disponível: 2 a 8 de out de 2021

O ÚLTIMO REFÚGIO
Dir.: Ousmane Samassekou | Mali | 2021 | 85 min | Documentário | Livre

Ao sul do deserto do Saara fica a Casa dos Migrantes, um abrigo temporário para aqueles que cruzam a África tentando chegar à Europa. Nesse lugar, eles se reconciliam com suas histórias de migração individuais. No documentário de estilo observacional, o cineasta malinês Ousmane Samassékou encontra esses viajantes cheios de ilusões, mas sem certezas, pois suas vidas parecem suspensas no tempo enquanto habitam este lugar.

Filme disponível: 2 a 8 de out de 2021

RUA DO SAARA, 143
Dir.: Hassen Ferhani | Argélia | 2019 | 100 min | Documentário | Livre

No meio do deserto do Saara, um reino particular é governado por uma rainha misteriosa e solitária. Embora desconfiada e cautelosa, Malika sempre recebe de braços abertos os viajantes que decidem parar em seu castelo, transformado em cafeteria, em busca de algo para beber, comer ou mesmo de um conselho. Enquanto o mundo exterior continua a passar, emoldurado pelas margens de sua janela e porta, Malika parece viver fora do tempo, sentada em seu trono com seu fiel companheiro felino. Mas seu reino pode estar em perigo agora que a modernidade está se aproximando, representada pela construção de um novo posto de gasolina e restaurante ao lado de seu castelo.

Filme disponível de 2 a 8 de out de 2021

FLATLAND
Dir.: Jenna Bass | África do Sul | 2019 | 117 min | Ficção | 12 anos

Neste faroeste feminista, no estilo Thelma & Louise, as vidas de três mulheres se entrelaçam após um trágico incidente em que uma delas acaba envolvida em um assassinato em sua noite de núpcias. A noiva Natalie e sua melhor amiga grávida, Poppie, fogem a cavalo, enquanto a detetive Beauty Cuba as persegue, ao mesmo tempo em que enfrenta alguns fantasmas de seu relacionamento com um ex-presidiário, em meio a um mundo patriarcal e hostil para as mulheres.

Filme disponível: 3 a 9 de out de 2021

A GAROTA DO MOLETOM AMARELO
Dir.: Loukman Ali | Uganda | 2020 | 125 min | Ficção | 14 anos

À medida que se espalha a notícia de que há um serial killer à solta que continua a cometer assassinatos, um policial fora de serviço deve levar de volta à cidade uma testemunha idosa que mora em uma parte remota de Uganda. Ao longo do caminho, o policial dá carona a um homem ferido. No trajeto para a cidade, o carona conta ao policial os acontecimentos que o levaram a acabar ferido no meio da estrada. Mas enquanto viajamos com esses personagens misteriosos no carro, o diretor Loukman Ali nos mostra que as histórias que eles contam são apenas versões fragmentadas e parciais dos eventos que aconteceram e que talvez haja verdades enterradas sob cada uma de suas palavras.

Filme disponível: 3 a 9 de out de 2021

MEU PRIMO INGLÊS
Dir.: Karim Sayad | Argélia | 2019 | 82 min | Documentário | Livre

Depois de viver na Inglaterra por quase duas décadas, o imigrante argelino Fahed, primo do cineasta Karim Sayad, planeja retornar ao seu país natal e escapar de sua rotina agitada e monótona, com dois empregos de tempo integral e ninguém para esperar por ele em casa, ao mesmo tempo que deseja cuidar de sua mãe e acompanhá-la na velhice. Mas talvez o lugar para onde Fahed queira voltar seja uma ideia nostálgica de seu país que só existe em sua cabeça. Preso entre dois lugares e culturas às quais Fahed não pertence exatamente, o filme nos envolve na busca constante, mas hesitante de Fahed por um lugar onde ele possa finalmente se estabelecer.

Filme disponível: 3 a 9 de out de 2021

VOCÊ MORRERÁ AOS 20
Dir.: Amjad Abu Alala | Sudão | 2019 | 105 min | Ficção | 12 anos

Depois que um xeque previu para sua mãe, logo após seu nascimento, que ele morreria aos vinte e poucos anos, Muzamil, de 19 anos, deve lidar com todos os eventos e mudanças usuais da transição de jovem para adulto. Mas como alguém se prepara para uma idade adulta que, segundo a profecia, não chegará, ao mesmo tempo que seu povo e sua família se preparam para seu funeral? O diretor Amjad Abu Alala explora essa questão neste cativante filme sudanês.

Filme disponível: 8 a 10 de out de 2021. Disponível para 500 visualizações.

EDIFÍCIO GAGARINE
Dir.: Fanny Liatard, Jérémy Trouilh | França | 2020 | 98 min | Ficção | Livre

Depois de tentar, sem sucesso, impedir que seu prédio fosse demolido, Yuri, um adolescente faminto por conhecimento e com sonhos de se tornar um cosmonauta, aposta em uma última tentativa para salvar seu prédio: transformá-lo em uma nave espacial e voar com ele para o espaço. Mas as dificuldades de viver com pais ausentes à margem da sociedade francesa o arrastam de volta, de vez em quando, para sua realidade difícil e dura.

Filme disponível: 9 a 10 de out de 2021 (24 horas).

PROGRAMA DE CURTAS – SESSÃO CINEMA ÁRABE AFRICANO FEMININO – PARTE 01

Em parceria com a Mostra de Cinema Árabe Feminino, a sessão apresenta sete curtas-metragens de jovens diretoras do Sudão, Tunísia, Marrocos, Egito e Argélia. Duração: 66 min. Filmes disponíveis de 02 a 10 de out de 2021.

A SENHORITA
Dir.: Amira Géhanne Khalfallah | Argélia, França | 2019 | 12 min | Ficção | 12 anos

Com sua diversão e imaginação, uma garota alegre, filha única da comunidade, preserva uma sensação de vitalidade no oásis que se desvanece.

SOBRE SEPARAÇÃO
Dir.: Kawthar Younis | Egito | 2020 | | 10 min | Documentário | 12 anos

Yasmina é chamada às pressas para ajudar sua amiga Yoko em sua partida repentina.

MORDI MINHA LÍNGUA
Dir.: Nina Khada | Egito, Tunísia, França | 2020 | 25 min | Documentário | 12 anos

Com o objetivo de encontrar sua língua materna perdida, uma jovem argelina criada na França vagueia pelas ruas de Túnis entrevistando estranhos.

SEM TEMPO PRAS MULHERES
Dir.: Sarra El Abed | Marrocos, Canadá | 2020 | 19 min | Documentário | 12 anos

Nos dias que antecedem uma eleição presidencial, um grupo de mulheres se reúne em um salão de cabeleireiro para discutir a situação política do país.

PROGRAMA DE CURTAS – SESSÃO CINEMA ÁRABE AFRICANO FEMININO – PARTE 02
Em parceria com a Mostra de Cinema Árabe Feminino, a sessão apresenta sete curtas-metragens de jovens diretoras do Sudão, Tunísia, Marrocos, Egito e Argélia. Duração: 65 min. Filmes disponíveis de 03 a 10 de out de 2021.

O JOGO ARGELINO
Dir.: Amel Blidi | Argélia | 2021 | 26 min | Ficção | 12 anos

A amizade entre duas pré-adolescentes é interrompida quando a violência irrompe na vida de seus pais, mudando não apenas sua realidade, mas sua compreensão do mundo.

AL-SIT
Dir.: Suzannah Mirghani | Sudão | 2020 | 20 min | Ficção | 12 anos

Nafisa fica presa entre os planos dos pais e da avó para o seu futuro.

O PORTÃO DE CEUTA
Dir.: Randa Maroufi | França | 2019 | 19 min | Documentário | 12 anos

O curta retrata o Portão de Ceuta, um enclave espanhol em solo marroquino, onde dia após dia produtos manufaturados são traficados para serem vendidos a preços promocionais no norte de Marrocos.

SESSÃO COMPETITIVA DO FESTIVAL INTERNATIONAL DES FILMS DE FEMMES (FIFF) – PARTE 01
Em parceria com o FIFF, festival dirigido por Cornélia Glele, a sessão apresenta 13 curtas-metragens de realizadoras africanas de países como Madagascar, Ruanda, República Centro-Africana, Senegal, Tunísia, Mauritânia, Camarões, Benin e Mali. Duração: 95 min. Filmes disponíveis de 02 a 10 de out de 2021.

LIBERTAÇÃO
Dir.: Inès Girihirwe | Ruanda | 2020 | 13 min | Ficção | 14 anos

Depois de mais um incidente com seu marido, uma mulher abusada busca velhas aventuras na casa de suas vizinhas, onde decide mudar o curso de sua vida.

E SE…
Dir.: Imen Abou El Wafa | Tunísia | 2020 | 13 min | Ficção | 14 anos

Esta é a história de Lilia, uma dona de casa que busca escapar de seu cotidiano monótono, onde sua única função é ser mãe ou esposa. Sua imaginação a permite inventar uma vida paralela marcada por novos encontros e novas emoções.

SILÊNCIO
Dir.: Mamanding Kote | Senegal | 2021 | 8 min | Documentário | 14 anos

Fatou, uma jovem perseguida por um estupro sofrido aos 12 anos por um colega de quarto, nos conta sua triste história. Hoje, ela virou a página e se casou com o homem de sua vida, esquecendo seu passado amargo.

KUMA!
Dir.: Hawa Aliou N’Diaye | Mali | 2020 | 13 min | Ficção | 14 anos

Anita é uma jovem que se calou. Presa, seus contatos com o mundo denunciam sua loucura. Uma história contada por meio de uma câmera subjetiva durante uma visita a uma prisão como nenhuma outra.

IDENTIDADE
Dir.: Zinhoué Fleur Gloria Hessou | Benim | 2019 | 14 min | Ficção | 14 anos

Sena, uma jovem de 21 anos, cansada dos maus tratos do padrasto, decide ir procurar o pai. Na busca por sua identidade, ela descobre uma verdade que vira sua vida de pernas para o ar.

EMBORA PRA SEMPRE
Dir.: Mai Mustafa Ekhou | Mauritânia | 2020 | 9 min | Ficção | 14 anos

Na cidade superlotada do Cairo, há uma mulher – uma mulher que vive no exterior em conflito e medo. Ela tem que suportar uma luta diária para ir para o trabalho e enfrentar monstros de um tipo particular quando se é estrangeira.

ConfidentiELLES
Dir.: Rotsy Koloina| Madagascar | 2021 | 25 min | Documentário | 14 anos

Em uma sociedade onde as mulheres são consideradas inferiores aos homens, a cineasta amplia a voz de luta de mulheres em Madagascar.

SESSÃO COMPETITIVA DO FESTIVAL INTERNATIONAL DES FILMS DE FEMMES (FIFF) – PARTE 02
Em parceria com o FIFF, festival dirigido por Cornélia Glele, a sessão apresenta 13 curtas-metragens de realizadoras africanas de países como Madagascar, Ruanda, República Centro-Africana, Senegal, Tunísia, Mauritânia, Camarões, Benin e Mali. Duração: 88 min. Filmes disponíveis de 02 a 10 de out de 2021.

O FILHO DO OUTRO (NÃO É SEU ESCRAVO)
Dir.: Patricia Kwende | Camarões | 2021 | 13 min | Ficção | 14 anos

Elodie, uma jovem africana, vai para a Europa para continuar seus estudos. Ao chegar, ela se estabelece com sua tia, mas a família a reduziu à escravidão.

DUAS IRMÃS
Dir.: Pascale Appora-Gnakindy | RCA | 2021 | 23 min | Documentário | 14 anos

Apesar das promessas malsucedidas de um estágio, Esther, determinada a concluir sua pós-graduação na faculdade, incentiva sua irmã Ketsia a dar o seu melhor na escola, apesar de ter tido um filho.

A ÚLTIMA DANÇA
Dir.: Fatoumata Diallo | Senegal | 2020 | 14 min | Ficção | 14 anos

Noor está morrendo. Recebe a visita de uma voz que lhe oferece uma escolha entre três propostas que expiram à meia-noite. Com a ajuda de seu melhor amigo Oumar, que vem visitá-la, ela tem que escolher.

CRAQUE MADAME
Dir.: Meriem Essoussi | Tunísia | 2020 | 10 min | Ficção | 14 anos

Após viver o inferno da opressão de seu marido abusivo, Senda consegue o divórcio, mas o assédio continua, até que ela finalmente consegue assumir o controle da sua vida.

O SAL DE DJÊGBEDJI
Dir.: Christiana Juliette Amie de Souza | Benim | 2019 | 13 min | Documentário | 14 anos

O Sal de Djêgbedji existe desde o início dos tempos. Ele vive pacificamente no Lago Toho, mas quando ele sai da cama por causa da enchente, ele não volta mais porque os deuses que moram com ele o agarram e uma grande jornada lhe é imposta.

ETHEREALITY
Dir.: Kantarama Gahigiri | Ruanda, Suíça | 2020 | 14 min | Documentário | 14 anos

Encalhado no espaço por 30 anos. Como é a sensação de finalmente voltar para casa? Uma reflexão sobre a migração e a sensação de pertencimento.

Serviço
Mostra Cinemas Africanos
De 1
º a 10 de outubro
Assista em: sescsp.org.br/cinemasafricanos

Conteúdo relacionado

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.