SESC - Serviço Social do Comércio

#EmCasaComSesc

Para ouvir os sons da quarentena

31.07.2020

Pra relaxar, pra dançar, pra ninar, pra extravasar. Pra ouvir no escurinho, debaixo do cobertor, e também na varanda, cantando junto com os vizinhos. Se ainda não há vacina nem remédio totalmente eficaz contra a covid-19, é fato que muita gente tem encontrado na música um alento para aplacar os efeitos do isolamento imposto pela pandemia. 

E a linguagem, que sempre esteve presente na programação presencial do Sesc, cravou seu espaço também na internet. Já são cerca de 5 milhões de visualizações acumuladas nas mais de 100 apresentações musicais #EmCasaComSesc, transmitidas ao vivo todo dia, a partir das 19h, no Youtube e no Instagram

Mas e para além das lives? Já parou para pensar em quais sons estão sendo estudados, combinados e criados pelos artistas agora mesmo, nesses tempos tão difíceis? Três projetos do Sesc estão se dedicando a mostrar e estimular as produções e encontros (virtuais!) dos músicos em plena quarentena. Ouve só:

Não repare a bagunça 

O Selo Sesc promove uma série de “jams virtuais” envolvendo compositores e instrumentistas de diversos lugares do Brasil e de universos musicais variados. Registrados em vídeo de maneira autônoma pelos próprios artistas em casa ou em seus estúdios particulares, a série traz temas instrumentais inéditos compostos durante a quarentena, das mais variadas vertentes, seja do carimbó à valsa, do reggae ao jazz standard ou até mesmo da música de concerto, abarcando formações variadas como duos, quartetos e até quintetos, e proximando linguagens musicais distintas, muitas vezes sem conversas, ensaios ou trocas presenciais, mas nem por isso menos quentes ou vibrantes. A websérie traz novos vídeos todas as quintas, sempre às 17h, em youtube.com/selosesc.

Canção Quebrada 

O projeto do Sesc Campinas traz composições de obras musicais inéditas que evidenciam uma existência imaginada sem a pandemia. Convidando artistas de Campinas, ou que tem a cidade marcada em suas trajetórias musicais, a primeira edição trouxe Andreia Preta (voz), Edu Guimarães (sanfona e piano) e Paulo Freire (voz e viola), que compuseram a canção “Toró”. Novas canções são apresentadas semanalmente em youtube.com/sesccampinas

Radar Sonoro

O Sesc Pinheiros traz uma série de vídeos e textos que traçam um panorama da produção musical brasileira no contexto de pandemia e distanciamento social. A cada edição, jornalistas, pesquisadores e músicos são convidados a discutirem trabalhos musicais novos, inéditos ou em gestação e refletirem sobre os impactos desse tempo atual no fazer artístico. A primeira edição convidou o vocalista da banda Mombojó (Recife – Pernambuco), Felipe S, para conversar sobre álbum “Deságua (Trilha Sonora Original do Filme)”, com condução do jornalista Alexandre Matias, criador do site Trabalho Sujo. Acompanhe a série no Youtube do Sesc Pinheiros. 


Mais música 

Para ouvir mais sons que estão na trilha da programação do Sesc SP, fique ligado nas redes sociais das unidades e conheça projetos como o festival [REC]OMEÇO – Entre redes, acordes e afetos, do Sesc Sorocaba; a Bússola Digital, do Sesc Santos; a Série Concertos, do Sesc Vila Mariana; os Múltiplos Sons em Casa, do Sesc Thermas; o #BotecodoRibeira, do Sesc Registro, e o CatanduPedras, do Sesc Catanduva.
Explore também mais sotaques da programação do Sesc no estado aqui.

Conteúdo relacionado

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.